César Castro - Transpirações Gráficas - Vermmer Além da Alma


20/09/2006


Razão de ser

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

Paulo Leminski

 

Escrito por césar castro às 21h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/09/2006


vermmer além da alma - césar castro - transpirações gráficas

Escrito por césar castro às 17h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

Cogito

 

eu sou como eu sou

pronome

pessoal intransferível

do homem que iniciei

na medida do impossível

 

eu sou como eu sou

agora

sem grandes segredos dantes

sem novos secretos dentes

nesta hora

 

eu sou como eu sou

presente

desferrolhado indecente

feito um pedaço de mim

 

eu sou como eu sou

vidente

e vivo tranqüilamente

todas as horas do fim

 

Torquato Neto

http://cesar48.blogspot.com

http://carnavalha.zip.net

http://quartacomverso.blogspot.com

 

 

Escrito por césar castro às 17h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

Juras secreta 18

te beijo vestida de nua
somente a lua te espelha
nesta lagoa vermelha
porto alegre caís do porto
barcos navios no teu corpo
peixes brincam no teu cio
nus teus seios minhas mãos
e as rendas íntimas que vestias
sobre os teus pêlos ficção
todos os laços dos tecidos
e aquela cor do teu vestido
a pura pele agora é roupa
e o baton da tua boca
e o sabor da tua língua
tudo antes só promessa
agora hóstia entre os meus dentes
para espanto dos decentes
te levo ao ato consagrado
se te despir for só pecado
é só pecar que me interessa

artur gomes
http://arturgomes.zip.net
http://federicobadelaire.zip.net
http://ladygumes.blogspot.com

Escrito por césar castro às 16h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

vermmer além da alma - césar castro - transpirações gráficas

Escrito por césar castro às 13h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

vermmer além da alma - césar castro - transpirações gráficas

Escrito por césar castro às 13h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

jura secreta 14

eu te desejo flores
lírios brancos margaridas
girassóis
rosas vermelhas
e tudo quanto pétala
asas estrelas borboletas
alecrim bem-me-quer e alfazema
eu te desejo emblema
deste poema desvairado
com teu cheiro
teu perfume
teu sabor
tua doçura
e na mais santa loucura
declarar-te amor até os ossos
eu te desejo e posso
palavrarte até a morte
enquanto a vida nos procura

artur gomes
http://arturgomes.zip.net
http://quartacomverso.blogspot.com

http://cesar48.blogspot.com

 

Escrito por césar castro às 13h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/09/2006


vermmer além da alma - césar castro - transpirações gráficas

Escrito por césar castro às 16h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

Ind/Gesta

uma caneta pelo amor de deus
uma máquina de escrever
uma câmera por favor
um computador
nem que seja pós moderno
vamos fazer um filme
vamos criar um filho
deixa eu amar a lídia
que a mediocridade
desta idade mídia
não coca cola mais
nem aqui nem no inferno

artur carNAvalha gumes
http://arturgomes.zip.net
http://carnavalha.zip.net
http://ladygumes.blogspot.com

 

Escrito por césar castro às 16h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

vermmer além da alma - césar castro transpirações gráficas

Escrito por césar castro às 16h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

césar castro - transpirações gráficas - vermmer além da alma

Escrito por césar castro às 16h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

as pedras da santa úrsula

 

mesmo estáticas entreolham-se
frente à frente
com seus músculos expostos
em suas fibras e ossos
sendo viúvas e pedras
engolem por suas bocas
palavras que ainda não procriei
e permanecem virgens
por toda a eternidade

 

artur gomes
http://carnavalha.zip.net

http://quartacomverso.blogspot.com

 

Escrito por césar castro às 16h10
[ ] [ envie esta mensagem ]